O troco pro taxista

Peguei um táxi ontem e a corrida deu 17 reais. Geralmente taxistas são gente fina. Conversados, contam um pouco das observações deles, geralmente é agradável. Gosto de conversar, mas ontem o cara estava caladão e eu também. Chuva fina e gelada lá fora. Bateu uma frieza na gente. Nem comentei.

A corrida deu 17 reais e eu dei a minha nota de 50. Só. O cara fez careta e me mostrou a carteira dele só com outras notas 50. Falei pra ele que tinha 12 reais trocados. Ele perguntou onde eu morava, eu falei que não estaria em casa para dar dinheiro pra ele, que ele poderia aceitar os 12, pois na lei, se você não tem troco, tem que reduzir o valor até ficar na quantidade possível de pagamento.

Ele se irritou. Falou que nem precisava pagar então não (vaidade é mato, né). Deixei os R$12,00 reais e pulei do carro antes que me acontecesse alguma coisa.

Aí depois que pensei “poxa, eu tinha cartão de débito, o taxi aceitava cartão, devia ter oferecido…”. E cheguei a algumas conclusões:

1)      Estudante de direito corre muito o risco de ser chato (aliás,  qualquer  ser humano) e ficar exibindo conhecimentos fracionados… eu fiz isso. Mesmo já tendo formado, agi como uma estudante pedante antes de propor uma solução mais conciliadora e inteligente (podia ter deixado pra dar a dica da lei depois de resolver).

2)      O cara realmente tinha que ter dinheiro trocado. Hoje em dia ter uma nota de 50 parece crime. Todo mundo torce o nariz… Se não tem trocado, tem que avisar antes de aceitar a corrida.

3)      Taxi é algo muito caro… Belo Horizonte é o pior lugar do mundo para se locomover. O pior!

4)      O taxista não tinha nada que apelar, falando que eu não precisava pagar. Ele também, assim como eu, podia ter tentado uma solução mais inteligente.

5)      Nunca aceite o golpe dos 99 centavos. Isso irrita!

6)      Fiquei no lucro, mas não mais feliz. A única coisa que valeu foi pela experiência, compartilhada aqui.

Mais:

Consumidor não pode ser prejudicado por falta de troco

Seja qual for o valor, consumidor tem direito de exigir o troco

Horários de Bandeira 2 em BH, Recife, RJ, Salvador e Vitória

Lei Delegada n. 4 de 26/09/62 e Código de Defesa do Consumidor

Qual a lei que diz o troco máximo do ônibus?

Por que os taxis de NY são amarelos?

Anúncios

6 Respostas to “O troco pro taxista”

  1. Bruno Carvalho Says:

    Eu agora pergunto sempre antes de entrar! Ou peço taxi com CIELO! Rs!
    Better luck next time, didi!

  2. Paulo Says:

    Também enfrento esse dilema de vez em quando, simplesmente por conhecer um pouquinho mais sobre as leis que as demais pessoas.

    Refletindo, usar o direito para resolver os problemas é uma solução civilizada, mas nem sempre agradável. Melhor seria que não precisássemos esfregar na cara de ninguém qual é a sua obrigação.

    Ás vezes, a luz excessiva ofusca a vista. Mas, pensando bem, isso nos afasta da escuridão. Porém, Didi, num exercíco de franqueza filosófica, pergunto-me se não estaria certo o poeta quando disse que “para ser feliz, é preciso não sabê-lo”.

  3. Mariana Says:

    Olá! Sou leitora assídua do seu blog, e tenho uma dica super interessante de leitura jurídica on line, que é o informativo jurídico FATO NOTÓRIO. No endereço http://www.fatonotorio.com.br você encontra diariamente notícias jurídicas relevantes e polêmicas no mundo do direito, além de artigos e entrevistas com renomados juristas. Esse mês o entrevistado é o ministro Gilmar Mendes. E tem também um artigo do Professor Flávio Tartuce sobre o prazo para reparação de danos por inscrição indevida do consumidor em cadastro de inadimplentes. Vale a pena conferir. Mais uma vez, parabéns pelo blog! Abraços!

  4. L. Pimenta Says:

    Muito legal seu blog! Parabéns!

    Aproveito para convidá-lo a visitar o meu blog, e, caso queria, podemos nos tornar parceiros.

    http://www.voupassartambem.com

    Abraços,
    L. Pimenta

  5. Douglas Silva Says:

    Parabéns pelo blog.

    Já venho acompanhando a um tempo, mas não costumo comentar… Realmente é complicado ter que “ensinar” as pessoas suas obrigações….

    Pretendo fazer Direito em 2013 (termino minha graduação atual no proximo ano) que vem e vou utilizar muito o seu blog durante toda essa jornada.

    Abraços

  6. pragana Says:

    uma coridar de 12 reas vs dar 100 reais
    e mesmo de dar 100 para o bombo
    va no posto br nunca ten troco

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: