A concorrência

Uma vez, no último trabalho em escritório que tive no Brasil, fomos chamados eu, e outras duas pessoas que estavam se formando. Uma era a Lu, e a outra pessoa era um rapaz. Nessa reunião com a alta cúpula do escritório fomos informados que havia apenas uma vaga para um de nós quando formássemos e que teríamos que competir por ela.

Ironicamente, ainda fizeram a comparação, no meio da reunião, com o desenho animado Corrida Maluca (onde ninguém compete honestamente).

Saí da reunião feliz, de um jeito que meu otimismo às vezes atrapalha. Pensei “poxa, pelo menos eles cogitaram ficar comigo”. Depois algumas pessoas vieram falar que achavam aquilo uma injustiça, que achavam que o clima ia ficar ruim, bla bla blá.

Clima de escritório de advocacia é difícil ser dos melhores. Para recém-formado então… A gente trabalha 10h por dia, não tem carteira assinada, não tem tempo pra respirar, não tem distribuição de lucros, não tem vale transporte, seguro saúde ou mesmo vale-alimentação. Eu não tinha nada. Você trabalha como doido, ganha menos que o porteiro do prédio (e isso é verdade) e ainda fica feliz se eles não atrasam o seu pagamento.

Sim, era para isso que eu ia concorrer e estava toda empolgada.

Ainda na reunião avisei que não era de jogar sujo. Não funciona assim comigo. E acho que os outros pensaram como eu, pois todo mundo pareceu tranquilo com a concorrência.

Nunca tive problema com aquelas duas pessoas concorrentes. Pelo contrário, descobri que a Lu era ex-bailarina, assim como eu, que ela tinha certa preferência por uma obra de Banksy, assim como eu, e que era apaixonada por animais, assim como eu. O que você faz quando tem tanta empatia pelo seu concorrente? Se aproxima dele.

Nos tornamos melhores amigas. Almoçando todo dia juntas, pegamos algumas manias iguais. Todo dia a trança era feita igual, os óculos, a piadinha…

Descobri nela que meus requisitos para gostar de alguém são tão simples e tão preciosos. Trabalhávamos em dupla, assumindo prazos do Brasil inteiro. No auge do desespero com a infinidade de processos, os portais de TJ desconfigurados e clientes nervosos, a gente compartilhava chocolates e e-mails com frases de Los Hermanos. “Me diz o que é o sufoco que eu te mostro alguém afim de te acompanhar”.

Poucos meses depois, ela saiu do escritório. Não porque não foi escolhida, mas porque encontrou lugar melhor para trabalhar. Eu fiquei. O outro rapaz também. Acabaram arrumando vaga para nós dois.

Alguns meses depois, me mudei de país e ele ficou, desta vez, no meu lugar, com meu cliente preferido. Eu gostei de concorrer com esse povo. Sem, na verdade, nunca ter sentido a concorrência. Eu sabia que a Lu era a primeira aluna da classe dela. E que o rapaz já fazia audiência desde o pré-primário na escola. Eu não teria a menor chance de qualquer forma.

Enquanto um tanto de gente no escritório gostava de fazer “o tipo”, meus concorrentes eram simples e esforçados. A gente nunca teve problemas em admitir erros, ajudarmos uns aos outros e fazer a linha Kátia. Me irritava os coleguinhas que diziam “só você ainda não percebeu que… (insira aqui qualquer coisa que você já percebeu, mas prefere não comentar)”. Ai, que preguiça de advogado que se acha. E que sorte a minha, ter achado esses concorrentes.

“There is always hope” de Banksy

Anúncios

Tags:

6 Respostas to “A concorrência”

  1. Cris (@CrisFOCO23) Says:

    quero encontrar concorrentes do mesmo nível. ÍNTEGROS, e a verdade é q não existe concorrencia existe competencia!!

  2. Penido Says:

    O duro é quando você ganha menos que o porteiro do prédio e ele ainda te pede dinheiro emprestado

  3. Advocacia exelencia Says:

    Olá,Boa Tarde!!
    Prazer,eu sou a fundadora do blog Advocacia de exelência, sou uma caloura no curso de Direito devido isso resolvir criar o blog para mim retratar o que aprendo dentro de sala de aula e assim tentar ajudar outros iniciantes como eu que esteja com duvida em alguma materia.E a perguntar que não quer calar, o que estou fazendo aqui? Na verdade eu queria um apoio para a divulgação do meu blog e eu queria muito a sua ajuda, se o senhor podesse recomendar ele para outras pessoas ficarei muito grata,e dá uma olhada nós textos que posto http://advocaciaexelencia.blogspot.com.br/.Desde já agradeço pela a atenção e espero que de alguma forma obtirei a sua resposta.

  4. Lu Says:

    E nessa história de concorrência, que se transformou em trabalho conjunto, acabei ganhando uma amiga incrível. Uma das boas surpresas da vida…
    (obrigada pelos elogios, querida, é uma honra recebê-los de pessoa igualmente esforçada e trabalhadora)

  5. Fábio Esteves Says:

    Muito bacana o seu texto, é gostoso quando nos deparamos com concorrência deste nível. Fiquei curioso, em que país está morando agora?

    []s

  6. hosting webinar Says:

    What’s up to all, it’s truly a pleasant for me to go to see this
    website, it consists of useful Information.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: