Ah, esse coração…

Virou notícia no Migalhas e circulou nos e-mails de escritórios. Um juiz despachou com emoção sobre o fim de um relacionamento.

Se o caso tinha relação, eu não sei. É bem possível que não! Estamos falando de uma vara da fazenda pública e as partes são um homem e uma empresa pública… Seria uma metáfora ou só um despacho autêntico de um juiz para liberar esse coração cansado de sofrer.

Vamos contemplar. E tentar entender essa coisa difícil, complicada e simples, doída e boa que a gente chama de amor!

7ª Vara da Fazenda Pública do Foro Central da Comarca de Porto Alegre

Nota de Expediente Nº 1486/2011

001/1.08.0126231-7 (CNJ 1262311-86.2008.8.21.0001)

Escolha a hora e as palavras certas, mas não espere nem mais um dia para terminar este relacionamento

SEJA SINCERO…

Diga: “Não quero mais” ou “Não está dando certo” ou “O amor acabou”. Não ponha a culpa no trabalho, na fome mundial ou no time que foi parar na série B. Qualquer coisa que você diga que não tenha a ver exclusivamente com seus sentimentos e planos em relação a ela vai deixar margem para que a garota pense que é uma fase e que vai passar. Sim, passou: passou o amor. Seja simples e direto. “O que quer que você diga, não é o que ela quer ouvir. Então economize”, diz Francisco Daudt.

…E DIPLOMÁTICO

Diga o quanto foi bom enquanto vocês estavam juntos e que infelizmente as coisas já não são mais como no início. Não precisa dizer “eu nunca te amei” ou “não sinto mais tesão”. “Seja eficaz, sem causar danos desnecessários”, aconselha Ailton Amálio.

TENHA CERTEZA DO QUE QUER

O relacionamento esfriou, caiu na mesmice, o tesão diminui? Bem, acontece nas melhores famí­lias. Mas o quanto isso é culpa dela e qual a sua parcela em não fazer nada para chacoalhar essa história? “O problema é que os casais deixam a coisa chegar ao ponto extremo de não se suportarem mais, quando já não dá mais tempo de reformular a relação. Ninguém é obrigado a ir ao Nota para parte autora: alvará à disposição.

Porto Alegre, 4 de novembro de 2011

Mais:

 

“Tão bom morrer de amor e continuar vivendo”

Mário Quintana

Anúncios

2 Respostas to “Ah, esse coração…”

  1. Douglas Says:

    Não consigo achar no migalhas essa matéria poderia passar o link?

    Grato,

  2. Didi Says:

    Douglas, acho que como já passou muito tempo, não está mais no Migalhas, ou pelo menos não está mais fácil de encontrar lá. Procurei no google. Veja se ajuda: https://www.google.com.br/search?q=%22Diga%3A+%E2%80%9CN%C3%A3o+quero+mais%E2%80%9D+ou+%E2%80%9CN%C3%A3o+est%C3%A1+dando+certo%E2%80%9D+%22&ie=utf-8&oe=utf-8&aq=t&rls=org.mozilla:pt-BR:official&client=firefox-a%5D

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: