Que tipo de estudante de direito você é?

Na vida a gente passa por várias situações e oportunidades. Vamos definindo nosso caráter através de algumas condutas e posturas que adotamos. E nossos amigos, colegas e inimigos ficam de olho e vão traçando também o seu perfil. Este breve questionário foi retirado da minha cabeça e une observações próprias, alheias, de mim e dos outros. Só não vou falar quem é quem (ui!).

Você é um estudante chato?

– Você aderiu ao seu vocabulário os velhos “data vênia”, “em que pese”, “termos em que”, “saliente-se” e “neste diapasão” sem ser de gozação?

– Você ajuizou uma ação contra a sua faculdade por permitir o jogo de truco no espaço de convivência?

– Você corrige quem fala “entrar com processo” para o certinho “ajuizar uma ação”?

– Você anda no fórum de peito estufado, passos largos e olhar expansivo mesmo que seja só para fazer carga?

– Você se gaba de não ser mais corrigido pelo seu chefe

– Você se defende de todas as correções do seu chefe?

– Você explica a matéria para seus colegas antes da aula começar sentado na mesa do professor?

– Você interrompe o professor para aclarar melhor aquilo que ele explica?

– Você confere a nota das provas para verificar se a sua foi maior e oferecer-se, gentilmente, para estudar com os mais burrinhos?

– Você informa o seu curso à atendente do Mc Donald’s antes que ela lhe entregue um sundae com pouca calda?

– Você começou a ler o Diário Oficial nas suas horas de descanso?

Olha, pode ser que você seja considerado um pavão.

Ou você é meio bocoió?

– Você acha graça de falar que todo advogado é chato e nunca vai querer advogar?

– Você ainda vê vantagem em não estudar para a prova, colar de todo mundo e copiar todos os trabalhos?

– Você reclama de ir para a faculdade, reclama de ir para o trabalho, inventa doenças para faltar, chega mais tarde e sai mais cedo?

– Você adora quando o D.A. interrompe as aulas para falar de alguma festa nada a ver?

– Você torce para os professores faltarem, o seu estágio fechar e o judiciário entrar em greve?

– Você faz hora para voltar do Fórum para não dar tempo de trabalhar ainda naquele dia?

– Você odeia seu estágio, mas tem a desculpa certa para não procurar outro?

– Você instalou o MSN no escritório do seu estágio e não foi por motivos profissionais?

– Você acha ridículo o seu colega que não pensa em concurso e faz questão de dizer que ele não terá qualidade de vida?

– Você sabe de um concurso muito bom, mas não vai avisar para ninguém até encerrarem-se as inscrições?

Poxa, talvez você seja meio bocoió…

Ou você é legal?

– Você procura conhecer todas as áreas e não descarta nenhuma de cara?

– Você quer concurso sim, mas adoraria ter uma oportunidade na iniciativa privada?

– Você chega mais cedo e sai mais tarde do seu estágio por conta própria?

– Você se diverte lendo alguns acórdãos?

– Você não reclama de fazer serviço externo, mas prefere redigir peças?

– Você apanha todos os dias no seu estágio, mas mesmo assim sente que está crescendo?

– Você fica com dó de quem não gosta de Direito?

– Você passou a observar melhor os documentos depois que ingressou no curso?

– Você ri por dentro quando alguém vem se gabar de ser bom demais naquilo que faz?

– Você perdeu o medo de muita gente depois do Direito?

Caraca, você é legal!!!

E se você é legal mesmo, sabe que podemos representar esses três personagens na vida. Cuide-se para escolher os melhores papéis somente. E mais, aproveite para mandar exemplos e contribuir com este humilde blog . Deixe exemplos de atitudes boas, bobas ou arrogantes nos comentários ou no direitoelegal@gmail.com

Mas lembre-se de nunca citar o nome da figura, afinal, em que pese nossos esforços, data máxima vênia, errar é humano.

DSC02116

Ps. E por falar em coisas legais, outro dia cheguei da aula e encontrei uma surpresa enviada por um leitor especial que conheceu o blog através de seu filho. É o Dr. Lamartino França de Oliveira, que escreveu os livros “Direito Previdenciário” e o nosso homônimo “O Direito é Legal“. Quero agradecê-lo publicamente pela gentileza. E mostrar a todos as obras para que procurem, pois já comecei a ler o homônimo e é o Direito escrito da forma como sonhei. Além disso, o outro, de previdenciário já está emprestado com meu pai que também está bem satisfeito. Obrigada, Excelência!

Atualizando

A leitora Evy mandou exemplo de como ser um estudante mais legal:

“fazer atendimento ao público deixando de lado as expressões muito técnicas possibilitando que a pessoa realmente entenda o que vc está falando e ao final, receber um aperto de mão e ouvir: “Que Deus lhe abençoe”. E voltar prá casa com a sensação de dever cumprido!”

Anúncios

5 Respostas to “Que tipo de estudante de direito você é?”

  1. Dan Says:

    Hey, fazia tempo que não passava por aqui! Acabei de descobrir que eu sou um mala (sem alça), um pavão e um bocoió legal :)
    O blog continua bacana ao extremo, viu!

  2. svencarioca Says:

    Ler acoredões é legal. Coitado quem não gosta de direito :D

  3. Alan Castilho Says:

    Lembrei de uma atitude, mas não sei em qual dos tipos de estudante que ela se encaixa, talves nossa blogueira poderia opinar: “Sempre que ligar a televisão sintonizar direto na TV Justiça para ver se está passando alguma coisa interessante na área jurídica e na maioria das vezes constatar que sim, o que está sendo transmitido é interessante”.

    Certo dia me peguei, de madrugada, chegando em casa, e sintonizando na TV Justiça, outro dia, em uma reunião de amigos, coloquei na TV Justiça, quando o grupo todo (não estudantes de direito) gritaram: Que canal é esse, tira daí!! Obviamente, eu mantive no mesmo canal!

    Muito bom o tópico, me fez recordar dos 4 anos e meio de faculdade pelos quais eu já passei. Realmente, o tópico descreveu as várias condutas dos estudantes de direito.

    Parabéns pelo blog!
    Alan

  4. Adriana Says:

    Nossa Didi, nunca tinha tido o prazer de ler o seu blog… amei.
    Na época da facul eu era totalmente bocoió!!!! ahahahaha. Costumo dizer que sou pós-graduada em festa e barzinho, não em direito.
    Quando precisei prestar OAB, tive que me virar, ralei pra dedéu e passei na terceira tentativa.
    Sou formada há 5 anos e hoje acredito que virei legal… AMO direito, nasci para isso. Passei em um concurso para auditora fiscal e hoje estudo (muito) para magistratura do trabalho.

  5. Lucia Souza Says:

    Parabéns pelo seu blog,
    encontrei-o por acaso, estava a procura do livro do Dr. Lamartino França para tentar baixá-lo, já que não encontrei para comprar na minha cidade e nem na internet.
    Muito bom seu blog!!!

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: