Simples e Absolutas

Depois de tanto tempo com esse post abaixo falando da pessoa física do Einstein (pessoa física! hihi), voltei! Estou em clima de semi-férias (meio horário de trabalho, meio horário de férias) e as postagens tendem a seguir o ritmo. Ou não!

Vamos falar de coisas simples como, por exemplo, o que é maioria simples e o que é maioria absoluta?

A maioria simples é o primeiro número inteiro após a metade. A gente não deve usar o vulgo “metade + 1″ porque metade de número ímpar não é um número inteiro e não há como considerar pessoas com números que não são inteiros. Chega a ser assustador exigir a presença de “41 senadores e meio” para deliberação… É a mesma questão dos brasileiros que têm, em média, 2,2 filhos. Ou seja, ninguém tem 2, 14 filhos. Tem?

Fica combinado que a maioria simples do senado que tem 81 membros é de 41 senadores se todos os 81 comparecerem (como bem apontado pela Dani), mas pode ser inferior a 41  se menos senadores estiverem presentes!

A maioria simples é necessária para aprovação de lei ordinária (adoro esse nome), decreto legislativo e resoluções.

A maioria absoluta tem o mesmo raciocínio do primeiro número inteiro depois da metade, mas trata-se da metade dos membros, ou seja, mesmo quem não for, conta. Por exemplo, a Câmara dos Deputados Federais tem 513 membros. Sua maioria absoluta será sempre de 257 votos, enquanto a maioria simples pode variar de acordo com os presentes. A absoluta vale para coisas como rejeição ao veto do presidente.

E ainda tem a maioria qualificada que é maior que a absoluta. Entenda nesse ótimo resumo.

Fácil, não?!

“As leis e as salsichas, é melhor não saber como são feitas”. – autor desconhecido

Bata o pé:

Quero saber como são feitas as leis

Política para políticos (glossário)

Veja também o site do IBGE.

About these ads

10 Respostas to “Simples e Absolutas”

  1. Dani Says:

    Lembrando que a maioria simples do senado pode ser menos de 41 senadores, já que trata da maioria dos Senadores presentes e não do total de membros.

    A maioria absoluta dos senadores, essa sim, é sempre de 41.

    Abraços,
    Dani

  2. Didi Says:

    Boa, Dani, assim que chegar em casa, colocarei que os 81 estavam presentes no meu exemplo. Obrigada!!!

  3. Clau Says:

    Menina, eu adorei o seu blog! Vou adicionar o seu link no meu, ok? Sou novata na área! Aparece por lá! Bjocas

  4. joao luiz Says:

    Solicito que por se tratar de rede mundial, antes de postar qualquer coisa pesquise antes. Esse erro de maioria foi muito feio. Vlw

  5. Didi Says:

    Claro! As pesquisas são sempre feitas, mas os erros ainda assim aparecem. Por isso preciso da revisão dos mais legais.

  6. Leonardo Alcantara Says:

    “As leis e as salsichas, é melhor não saber como são feitas”
    Eu li esta frase como sendo de Otto von Bismarck em uma biografia deste.

  7. Didi Says:

    Obrigada, Leonardo!
    Que chique seu sobrenome, hein?!

  8. Dilson Says:

    Quem comparou a feitura de leis e salsichas foi Otto Von Bismark.

    Abraço

  9. Paulo Cesar Says:

    Leis complementares exigem maioria absoluta e Leis ordinárias o seu quórum para aprovação é maioria simples.

    Os Direitos fundamentais – Direitos humanos de Gerações:
    Direito de 1ª Geração: São os direitos individuais, caracteriza por uma obrigação de não fazer por parte do Estado. São direitos civis e políticos compreendidos nas liberdades clássicas.Tem como objetivo proteger a pessoa das arbitrariedades clássicas(propriedade, vida e segurança)
    Direito de 2ª Geração: São os direitos sociais, culturais, econômicos. O Estado deve estar motivado e orientado para atender a justiça social. É portanto uma obrigação de fazer do Estado.
    Direito de 3ª Geração: São os direitos coletivos, direitos de solidariedade e fraternidade. O Estado tem a obrigação de proteger a coletividade de pessoas e não o ser humano de forma isolada.
    Direito de 4ª Geração: São os direitos da minoria, são novos direitos sociais, decorrente da evolução da sociedade e da globalização. Envolve questões relacionadas com Informática, biociência, clonagem, eutanásia. Porém é importante ressaltar que essas classificações não são unânimes, segundo o jurisconsulto Paulo Bonavides, complementa ainda com os direitos à democracia, a informação e ao pluralismo.

  10. Vinícius marginal Says:

    1° não deixarei respostas, e sim perguntas, e contente-se com isso. kk
    enfim, e as leis delegadas e medidas provisorias necessitam de que tipo de maioria?
    Muito obrigado pela resposta, e compreensão.

    ah mto boa a página, me fez rir enquanto cortava os pulsos, temendo a prova da próxima terça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 321 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: